Postado por
Curiosidades

Você sabe o que faz um caminhoneiro? Esse profissional é muito importante no transporte de diversos tipos de carga. Confira!

Sobre a profissão caminhoneiro.

A profissão de caminhoneiro sempre foi de extrema importância para a economia do Brasil e antes de começar a falar mais sobre isso eu tenho um convite pra você: pare um momento e olhe o que tem a sua volta agora, isso mesmo, descreva o que você está vendo; ex:comida, roupa, carros, celular, sapatos, etc…

Já parou para pensar que tudo isso que você viu já passou por um caminhão?

Pois é! E com o passar dos anos e a chegada de ferramentas mais modernas esse mercado tem passado por algumas alterações e vamos conversar mais sobre isso hoje.

Neste artigo vamos falar um pouco sobre:

  • A rotina de um caminhoneiro;
  • O que é preciso fazer para seguir nessa profissão;
  • Como se encontra o mercado de transportes no Brasil;
  • Vantagens e desvantagens de viajar o país realizando fretes;
  • E como ganhar dinheiro com a profissão (Ser caminhoneiro vale a pena?)
  • Portanto, se você pensa em se tornar um caminhoneiro, este artigo é para você.

E se você já é caminhoneiro, mas está com dificuldades para acompanhar as mudanças do setor e precisa de ajuda para conseguir lucrar na profissão, este artigo pode servir para você também.

A rotina de caminhoneiro

Como é a rotina de um caminhoneiro?
Vamos começar falando sobre o dia a dia dos caminhoneiros, que está diretamente ligado às estradas do Brasil e até da América Latina.

Grande parte dos caminhoneiros passa muito tempo nas estradas, estamos falando de semanas e até meses!

Isso porque além da enorme extensão do país, ao descarregar sua carga em determinado local, o caminhoneiro é obrigado a esperar uma outra viagem no sentido que pretende voltar, pois somente assim, vale a pena viagens tão longas e cansativas, além do custo com a viagem, é claro.

Imagina só viajar centenas de quilômetros e não ter nada para trazer de volta? Quem pagaria essa conta?

Por isso, é muito importante na rotina dos caminhoneiros buscar cargas que estejam de acordo com suas exigências se preocupando sempre com:

  • Local em que o caminhão será carregado;
  • Local de entrega;
  • Preço do frete;
  • Possibilidade de cargas para retornar
  • E o que a tecnologia alterou no dia a dia de quem vive na estrada é justamente a forma de buscar essas cargas.

Antes, os caminhoneiros ficavam dependendo de agenciadores que faziam toda essa busca e negociação e é claro, mordiam uma boa fatia do valor do frete para dar essa “ajuda”.

Hoje, a internet se tornou a principal ferramenta para essa tarefa. Sites especializados e aplicativos estão fazendo as buscas por cargas para os caminhoneiros.

Essas ferramentas tiram os possíveis “aproveitadores” de cena e ajudam os motoristas a encontrar cargas com apenas alguns cliques e com valores de fretes mais justos.

Dica: Aqui você pode ver mais sobre site de fretes ou se preferir instalar e testar um aplicativo de fretes clique aqui, pode ficar tranquilo porque é de graça.

Caminhoneiros cada dia mais digitais.

Passo a Passo – Como se tornar um caminhoneiro?

1- Decidir o tipo de caminhão e a carroceria
Antes de mais nada, é importante que você conheça e decida qual o tipo de veículo que você pretende trabalhar e para te ajudar nessa decisão, preparamos um artigo que fala sobre os principais tipos de veículos.

Também é importante decidir o tipo de carroceria que você pretende trabalhar, essa decisão poderá influenciar nos próximos passos, que falaremos um pouco mais aqui embaixo.

2- Tirar habilitação especial
Depois, é preciso ter habilitação especial para o tamanho do caminhão e o tipo de carga que será transportada.

Em geral, os caminhoneiros possuem as categorias “D” ou “E”, mas você pode ver as principais diferenças entre elas e o que precisa para tirar a sua clicando aqui.

3- Fazer o cadastro na ANTT
Além disso, todos que trabalham com transporte e entrega de cargas precisam contar com o registro ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre).

Para realizar o cadastro do seu veículo, basta entrar no site da ANTT.

4- Cursos especiais
Alguns tipos de cargas exigem cursos especiais, que são obrigatórios por lei, então se você está pensando em trabalhar com:

4.1 Transporte de Produtos Perigosos (combustíveis, produtos químicos e cargas semelhantes)
Você terá que se preocupar em tirar o certificado do MOPP – Movimentação Operacional de Produtos Perigosos, existem algumas instituições que trabalham com esse curso, incluindo auto-escolas, cursos presenciais e on-line.

4.2 Transporte de Cargas indivisíveis
Cargas indivisíveis são cargas que não podem ser dividida em duas ou mais partes para ser transportada.

Transportar esse tipo de carga exige um curso especializado para condutores de veículos de transporte de cargas indivisíveis, que você pode encontrar nesse link.

4.3 Cargas Vivas e Outras
Existem muitas variáveis quando falamos de cargas e elas podem influenciar no tipo de capacitação que o motorista deverá ter para conduzir.

Dica: Uma instituição que é referência no mercado de transporte e que apresenta diversos treinamentos é o Sest Senat.

5- Decidir se você será motorista autônomo, agregado ou funcionário
Feito isso, é chegada a hora de decidir se será um motorista autônomo, agregado ou funcionário de alguma empresa de transporte.

Como se pode imaginar, ambos possuem características diferentes e a decisão cabe somente ao motorista.

Autônomo

Deve possuir caminhão próprio ou arrendado e conseguir conciliar fretes de ida e volta para que não fique no prejuízo.Por outro lado, possui um lucro maior e maior autonomia nas negociações de prazos e valores.

Agregado

Também deve possuir caminhão próprio ou arrendado, porém o agregado têm seus serviços fidelizados com uma empresa de transportes, apesar de não ter vínculos empregatícios com a mesma.

O agregado tem a preocupação com todos os custos envolvendo o caminhão e fretes e fica focado em atender a demanda de cargas negociada com a empresa.

Normalmente o agregado tem uma margem de lucro maior que a do funcionário e menor que a do autônomo, mas não é uma regra.

Funcionário

Em alguns casos a empresa oferece os caminhões e o motorista não precisa se preocupar com a busca por fretes, ele apenas é informado de suas próximas viagens.

Embora o lucro seja menor e a cobrança (principalmente relacionada ao tempo de viagem) maior, o caminhoneiro já sabe quanto receberá no final do mês e dificilmente fica sem trabalho.

Além disso, é fundamental contar com as tecnologias. Conforme falamos no item anterior, a internet se tornou a maior aliada, tanto para a obtenção de fretes como para se comunicar com todos os envolvidos na entrega (fornecedor e cliente).

Dica extra
Utilize aplicativos que o ajudem no controle financeiro dos seus fretes. Isso inclui valores que devem ser cobrados para que a viagem valha a pena, e claro, um controle financeiro pessoal rigoroso.

RESUMÃO:

  • Decidir o tipo de caminhão e a carroceria
  • Tirar habilitação especial
  • Fazer o cadastro na ANTT
  • Verificar necessidade de cursos especiais
  • Decidir se você será Autônomo, Agregado ou Funcionário
  • Usar a tecnologia a seu favor
  • Como está o mercado de transportes?
  • E já que estamos falando com caminhoneiros novos, a pergunta que não quer calar é justamente sobre a situação no mercado de transportes. Bem, essa questão é ampla e, justamente por isso, receberá atenção especial em um próximo artigo…mas podemos abordar aqui alguns pontos.

De cara, precisamos explicar que tem muita carga para ser levada para cá e para lá, o problema é que falta mão de obra qualificada. Isso mesmo, não é só dirigir pelas estradas com a carga comportada em um caminhão.

Os caminhoneiros precisam se planejar para cumprir prazos sem que sacrifiquem seus descansos, sua alimentação e sem que burlem as leis de trânsito brasileira.

Além disso, como já conversamos aqui em cima, algumas cargas, como as tóxicas, as vivas, as líquidas e assim por diante, exigem uma carroceria adequada e ainda que o motorista tenha cursos específicos, lembra?

Pois é, infelizmente nem todos os motoristas se preocupam com isso.

Outro ponto que precisa ser abordado diz respeito às restrições impostas em alguns estados quanto à circulação de caminhões em perímetro urbano. Muitas vezes, um caminhoneiro precisa ficar parado por horas para poder entrar em determinados pontos das cidades.

O problema? Isso chega a encarecer o frete em até 20%.

Quais são as vantagens e desvantagens de ser caminhoneiro?

Como nem tudo são flores, ser um caminhoneiro possui suas vantagens e desvantagens. Veja:

Desvantagens
O trabalho pode ser bem cansativo, até porque, além de passar horas dirigindo, o motorista ainda encontra dificuldades para regular seus horários de alimentação e descanso.

Ficar muito tempo fora de casa também pode ser considerado como uma desvantagem, entretanto, alguns caminhoneiros sabem lidar bem com essa distância.

A má qualidade de algumas estradas é a maior desvantagem da profissão. Estradas do norte, principalmente, podem ser bem traiçoeiras até mesmo para os caminhoneiros mais experientes.

Vantagens
Ser caminhoneiro é partilhar de um estilo de vida, portanto, viajar por diversos lugares, conhecer novas culturas, apreciar belas paisagens e conhecer muitas pessoas é considerada uma grande vantagem da profissão.

Além disso, é possível ganhar dinheiro com a profissão!

Bônus!
O caminhoneiro autônomo agora pode ser MEI (Microempreendedor Individual), que é o formato mais simplificado de empresa existente no Brasil, é o tipo ideal para pessoas que trabalham por conta própria e quer se legalizar como pequeno empresário.

A partir do momento que essa pessoa se torna MEI, ela passa a contar com um CNPJ e garante seus direitos trabalhistas, além é claro dos benefícios comuns a qualquer trabalhador que possua registro em carteira.

Sendo assim, o trabalhador autônomo passa a ser um trabalhador formal que pode emitir Nota Fiscal de prestação de serviço. E como está enquadrado no Simples Nacional faz a arrecadação simplificada dos tributos.

Dessa forma os impostos são pagos de uma só vem e com um valor fixo mensalmente, sem o risco de pagar um valor maior conforme seus rendimentos.

Como ganhar dinheiro sendo caminhoneiro?

Agora vamos dar algumas dicas para aumentar o lucro dos fretes e conseguir ganhar um dinheiro extra com a profissão:

  • Elimine os agenciadores: Conforme falamos anteriormente os agenciadores cobram um percentual de cada frete negociado por eles. Dessa forma, se o caminhoneiro for o responsável por conseguir seus próprios fretes fatalmente ganhará mais. Não sabe como fazer isso? então dá uma lida nesse artigo que preparamos para você:
  • Agenciador de cargas: 8 dicas infalíveis para não precisar deles! (a #5 é minha preferida).
    Calcule o preço do frete: É fundamental calcular o preço do frete de maneira que o caminhoneiro não tenha prejuízos. Coloque na ponta do lápis tudo que envolve a viagem que está por vir. Ou seja: quilômetros percorridos, preço do combustível, consumo do seu veículo, complexidade da carga e alimentação.
  • Diminua os custos: Pesquise sempre por postos que conciliam a qualidade e o preço do combustível. Além disso, procure escolher a prevenção de problemas mecânicos (em geral, prevenir custa menos que remediar).
    Utilize a tecnologia a seu favor: Utilize aplicativos que ajudam no encontro das cargas ideias. Em geral, eles podem ajudar a encontrar viagens mais rentáveis, tanto para ir, como para voltar.Caso tenha alguma dúvida é só deixar seu comentário aqui embaixo que vamos adorar escrever para você!

 

 

Quando o mercado expandir sua empresa precisará avançar

 

 

—————

Ligue agora mesmo para nossos consultores e peça uma apresentação sem compromisso. +55 41.3069.9800

 

 

A MAXTON Logística agrega o conhecimento de profissionais com mais de 30 anos de experiência no mercado adquiridos em grandes organizações. Com um corpo gerencial e equipe experiente e atuante, a MAXTON Logística pode assegurar o completo domínio sobre todos os pontos da cadeia logística com os aspectos e conceito geral do Supply Chain Managment, garantindo assistência integral a seus clientes.

Hoje a informação deve chegar muito antes que a mercadoria, entendendo este conceito a MAXTON Logística investe fortemente em ferramentas TMS e WMS, possibilitando consultas On-line de embarques e mercadorias armazenadas.

Para quem não pode parar a MAXTON Logística é o sistema de gestão ideal e com diferenciais na “SOLUÇÃO PARA A SUA OPERAÇÃO”, com foco na qualidade, desempenho e otimização dos recursos sempre buscando a eficiência e eficácia.

Conheça Nossa Estrutura

Tags:
armazenagem, armazenagem em curitiba, armazenagem logistica, armazenagem de cargas, distribuição de cargas, distribuição de produtos, picking, logistica, logistica em curitiba, transporte internacional de cargas, importação de cargas, exportação de cargas, carga internacional, encomenda internacional, frete internacional, porto de santos, porto de itajaí, porto de são francisco, montagem de kits, embalagens especiais, desembaraço de cargas, despachante aduaneiro, maxton , maxton logistica, internet das coisas, porta pallete