Integrar modais e reduzir custos com logística ainda são desafios – EXPOLOG – Ceará

Posted by
Maxton Logística

Dentre os gargalos enfrentados por quem busca empreender e manter empresa de produtos, a logística é um dos pontos cruciais e mais onerosos. De acordo com o Panorama ILOS Custos Logísticos no Brasil 2017, os gastos com logística representam 7,6% da receita líquida, considerando custos com transporte, estoque e armazenagem. Ainda conforme o estudo, os custos logísticos correspondem a 12,2% do Produto Interno Bruto (PIB ) brasileiro. Nos Estados Unidos, por exemplo, os custos ficam na marca dos 7,8%.

 

Segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), cerca de 60% das cargas do setor de transporte são transportadas por estradas. Este fator, por sua vez, encarece bastante os valores dos produtos, já que são grandes as distâncias entre os centros produtores, os locais de consumo e o escoamento da produção. Uma alternativa apontada por especialistas para a redução das altas taxas de custo de produtos no Brasil é a integração entre os modais logísticos (rodoviário, portuário, ferroviário e aeroviário).Conforme a Associação Nacional dos Usuários do Transporte de Carga (Anut), cerca de 8 mil quilômetros (km) da malha ferroviária do País estão atualmente sem uso e 12% do total das ferrovias transportam 78% da carga brasileira.

 

Problema de acesso

Para o presidente do Sindicato das Agências de Navegação Marítima e dos Operadores Portuários do Estado do Ceará (Sindace), Bruno Iughetti, as principais dificuldades da logística brasileira são os péssimos estados das rodovias e a falta de bons acessos aos principais portos em atividade no País. Contudo, ele elogia o momento percebido no Estado do Ceará.”A logística apresenta atualmente um problema de infraestrutura de acesso, mas no Ceará vivemos um momento muito bom que é a confiabilidade que o empresariado está tendo pelo Estado. Nós temos na mão uma excelente oportunidade para ganhos de eficiência e competitividade como o hub da Gol e Air France-KLM e com o desempenho do Porto do Pecém”, afirmou. Iughetti discute hoje (22) e amanhã (23) a integração dos modais durante a Feira Internacional de Logística (Expolog), no Centro de Eventos.FeiraA Expolog, uma realização da Prática Eventos, da Câmara Brasil-Portugal, da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística, do Setcarce e do Sinduscon/CE, possui um espaço especial para o encontro das Startups e dos empresários no Business Lounge.São esperadas mais de cinco mil pessoas visitando os stands dos mais de 70 expositores e assistindo às dezenas de palestras e painéis temáticos listados na programação. Já se inscreveram participantes de 19 estados.Entre os palestrantes, o ex-ministro Ciro Gomes; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Cesar Ribeiro; o presidente do Porto do Pecém, Danilo Serpa; o gerente de planejamento da Gol Linhas Aéreas, Rafael Moreira Mello Araújo; o diretor institucional do Grupo Edson Queiroz, Igor Queiroz; e outros grandes nomes.

Tecnologia

Dentro do universo da logística, a tecnologia se apresenta como aliada na busca pela eficiência e redução de custos. As startups de logísticas são um exemplo. Para o inovador chefe do Hub de Inovações do Nordeste (Hubine) do Banco do Nordeste (BNB), Eduardo Gaspar, as startups podem rapidamente reorientar as prioridades caso o mercado exija ou apareçam oportunidades, uma vez que elas costumam trabalhar com métodos bastante ágeis.”As startups são estruturadas para trabalhar com custos enxutos e atender os clientes. Seus produtos, serviços e processos podem ajudar empresas com pensamentos e metodologias, além de soluções não pensadas. E ainda influenciar no modo de trabalho das grandes organizações”, aponta.Também inovadora no mercado, a Planet Smart City, idealizadora da primeira Cidade Inteligente Social do Mundo, a Smart City Laguna, que está sendo construída no distrito de Croatá, em São Gonçalo do Amarante, participa da Expolog.Smart CityO empreendimento do Grupo Planet, formado por empresas inglesas e italianas, irá apresentar durante a feira a Smart City Ecopark, o polo tecnológico e empresarial da Cidade Inteligente. O polo possui 80 hectares e conta com infraestrutura de alta qualidade, com pavimentação em blocos de concreto intertravado de alta resistência, rede elétrica e de iluminação pública, sistema de drenagem de águas pluviais e rede de água e esgoto.

Mais informaçõesFeira Internacional de Logística (Expolog)
De 22 a 23 de novembro, no Centro de Eventos do Ceará
www.feiraexpolog.com.br

Loading…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *