Curitiba será cidade teste para transporte por levitação magnética

Postado por
Notícias

Como referência em transporte urbano e mobilidade, Curitiba é a cidade do Brasil mais preparada para receber uma tecnologia tão inovadora como o Hyperloop – sistema de transporte de pessoas em cápsulas suspensas e de alta velocidade. A avaliação foi feita por Bibop Gresta, presidente da Hyperloop Transportation Technologies (HyperloopTT), durante sua palestra no Smart City Expo Curitiba 2019 nesta sexta-feira (22). “Curitiba tem vocação para este tipo de inovação que será uma revolução no transporte de passageiros e carga no futuro”, destacou ele.

Em seu gabinete no Smart City, o prefeito Rafael Greca convidou o presidente da Hyperloop a conhecer o modelo de transporte curitibano. “Gresta está honrando Curitiba com sua presença e o sistema proposto pelo italiano pode ser estudado como uma alternativa multimodal para a cidade”, salientou Greca. De acordo com o prefeito, em uma perspectiva futura, a tecnologia poderia ser implementada em uma ligação de médias distâncias tendo como eixo a Linha Verde, por exemplo, de Colombo a Fazenda Rio Grande. É um processo, no entanto, que dependeria de estudo de viabilidade técnica e econômica.

Principal palestrante do Smart City Expo Curitiba, Gresta contou que, neste ano, será inaugurado para testes um trecho de 1,5 quilômetro do Hyperloop na cidade de Toulouse, na França. O sistema consiste em cápsulas de 30 metros de comprimento, com capacidade para 30 a 40 passageiros, que viajam através de levitação magnética dentro de tubos a vácuo, para atingir uma velocidade máxima de 1.223 km/h.

O conceito foi idealizado pelo bilionário Elon Musk, fundador criador do PayPal e da Tesla Motors, e diversas startups  vêm desenvolvendo projetos ao redor do mundo. HyperloopTT, por exemplo, tem sede nos Estados Unidos. Gresta explicou que sua empresa já está construindo também um Hyperloop nos Emirados Árabes Unidos, que deve entrar em operação até o fim do próximo ano. “Serão inicialmente cinco quilômetros na cidade de Al Ghadeer, mas também vamos ligar as cidades de Abu Dhabi e Al Ain”, revelou.

O presidente da HyperloopTT ressaltou que a empresa está abrindo um centro de pesquisa em Minas Gerais focado em logística. “Vamos iniciar uma série de estudos de viabilidade para diferentes rotas no Brasil, tanto para cargas como para passageiros”, salientou ele, que convidou para dividir o palco do Smart City Expo o brasileiro Rodrigo Sá, diretor global de desenvolvimento de negócios da Hyperloop. Sá explicou que, no ano passado, foi firmada uma parceria público-privada (PPP) com o governo mineiro para implantação do Centro Global de Inovação e Logística em Contagem (MG). “Companhias e pesquisadores brasileiros interessados no Hyperloop poderão participar de nosso projeto no centro de Minas Gerais para colaborar com a criação e desenvolvimento da tecnologia”, afirmou Sá.

Carregando…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *