Picking e packing e a importância para sua operação logística

Postado por
Maxton Logística

Entre os diversos processos de uma operação logística, dois se destacam por afetar não apenas a operação, mas também a satisfação dos clientes. Bem efetuados são um dos fatores de sucesso para uma empresa, caso contrário, além de causar prejuízos, podem gerar devoluções de produtos por parte de clientes insatisfeitos.

São eles o picking e o packing. O picking, ou colheita em português, é um processo de captura e separação de produtos no estoque, que serão enviados para um cliente ou outro deposito. Já o packing, como o nome diz, é o processo de embalagem deste produto.

Parece simples? Mas ambos são processos extremamente importantes para qualquer operação logística, pois são fatores que podem causar muito stress e desgaste entre as equipes responsáveis pelas tarefas.

Picking
Considerado um processo crítico, envolve aproximadamente 40% do custo com mão de obra e é responsável por ditar o tempo na execução do ciclo de um pedido – desde o momento da solicitação até o recebimento do produto.

Atualmente, muitas empresas optaram por automatizar o processo, mas isso deve ser feito com cautela e análise em relação ao seu custo/benefício.

Pode ser realizado de diversas maneiras:

– Picking discreto: envolve a execução da operação integralmente por um único colaborador, um pedido de cada vez

– Picking por zona: o processo é dividido por zonas e cada colaborador atende um único SKU (Unidade de Manutenção de Estoque, em português)

– Picking por lote: um lote é formado por vários SKUs e cada colaborador atende um lote com vários SKUs diferentes

– Picking por onda: cada colaborador atende um único SKU por turno, para evitar acumulo de produtos na expedição,

Packing
Assim como o picking, o packing é um processo que exige organização e que vem sendo automatizado pelas empresas. Um erro e o produto pode sofrer uma avaria e ser devolvido. Apesar de soar como uma tarefa trivial, o processo envolve a embalagem do produto de acordo com suas especificações. Ou seja: utilizar a embalagem correta para cada produto.

Seu objetivo é unitizar os produtos, com o intuito de facilitar seu manuseio, preservação e, até mesmo, a descaracterização da embalagem para evitar furtos.

A experiência do cliente
Entres os desafios de uma operação logística está a qualificação das equipes responsáveis pelo picking ou packing. É preciso que a empresa encontre a melhor equação para manter uma equipe enxuta ao mesmo tempo que precisa aumentar a produtividade sem perder qualidade.

Para minimizar possíveis problemas é preciso oferecer treinamentos regulares para a equipe e prestar atenção aos KPIs de produtividade e qualidade do serviço, além de investir no desenvolvimento profissional da equipe.

Erros em um dos processos podem acarretar prejuízos para a empresa que deve prestar atenção nos índices de satisfação dos clientes. Esse talvez seja um dos KPIs mais importantes, pois, no caso de insatisfação do cliente, é possível enxergar exatamente o que está causando o problema e buscar uma solução rápida para resolvê-lo.

 

Fonte: ARM Log

Loading…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *