Postado por
Logística

Observar tendências de logística já é uma tradição de início e fim de ano. Com o novo ciclo começando, muitas empresas já se organizam para fazer de 2019 um período de bons negócios. Do ponto de vista da economia brasileira como um todo, a expectativa é de crescimento lento na casa dos 2% ou 3%. De todo modo, o país deve voltar a crescer e melhorar a confiança em novos negócios, o que indica que será um ano perfeito para observar tendências, fazer ajustes e apostar em investimentos ligados à tecnologia.

Os principais desafios da logística

Vivemos um momento crítico no que diz respeito à logística. O envelhecimento da frota aliado ao baixo investimento em infraestrutura e a oferta cada vez maior de serviços (alguns de baixa qualidade) tem encarecido os custos e diminuído os preços de mercado. Para se ter uma ideia, hoje no Brasil 58% do transporte é feito por rodovias (a paralisação dos caminhoneiros não nos deixa esquecer disso). Nossa experiência mostra que de 5% a 12% da receita líquida das empresas equivale a custo logístico, destes, ⅔ com transporte.

Aliado a isso, o novo marco regulatório que estabelece frete mínimo deve elevar ainda mais os custos e as empresas estão calculando aumentos de frete de quase 20%. A consequência é que, ao contrário do que vinha acontecendo nos últimos anos, onde se observava a tendência pela terceirização dos serviços, hoje o que se vê é uma forte organização em prol da primarização, especialmente em grandes empresas. Isso principalmente pela necessidade de atingir bons níveis de qualidade de prestação de serviço e eficiência na gestão.

É evidente que o clima de pessimismo não combina com o perfil do empresário brasileiro. Mesmo porque as novas leis vêm para melhorar as condições de trabalho e garantir condições justas para empregador, empregado e saudabilidade para o mercado. Isso sem falar que os avanços tecnológicos têm proporcionado que o transporte de cargas seja mais eficiente e inteligente, o que pode compensar os custos adicionais.

Por isso, separamos algumas tendências de logística que consideramos essenciais para o ano de 2019. Algumas delas são apenas reflexões, pontos de atenção. Outras podem ser aplicadas agora mesmo.

Fonte: hbsis.com.br