Postado por
Logística

Nas últimas décadas, a relação entre as empresas e seus clientes tem experimentado grandes mudanças. E estas mudanças têm ocorrido cada vez mais rapidamente, com o fio que conduz da pesquisa do consumidor, não apenas pela qualidade e bons preços, mas também pela experiência. Para atender a essas necessidades, uma organização deve reduzir custos, flexibilizar seus processos e fazer com que seus pontos de contato direto com o público, sejam cada vez mais eficazes. Assim nasceu o conceito de Logística Integrada.

O conceito de Logística Integrada significa, como o seu nome indica, a integração de todos os processos logísticos,  desde a origem do produto até a entrega nas mãos do consumidor final. Isso é possível quando se estabelecem sistemas inteligentes para controlar o fluxo de logística e coordenar todas as atividades. Uma área se encarrega do planejamento, execução e acompanhamento de todas as fases, o que facilita e flexibiliza sua implementação e prevenção em caso de falha.

A Logística Integrada é dividida em áreas que podemos ver a seguir:

Gestão de Materiais

É o que se ocupa simultaneamente as operações relacionadas com o fluxo de materiais. Compreender que o processo vai desde a coleta da matéria-prima até a entrega ao consumidor final. A administração de materiais é responsável pelas negociações de compra, organização do transporte, controle de qualidade, gestão de armazenamento, etc., o Seu objetivo deve ser o de reduzir custos, estabelecer uma boa relação com fornecedores e outros parceiros e otimizar a produção.

Movimentação de Materiais

Esta área se encarrega do transporte das materiais primas, para proporcionar um fornecimento eficiente para linha de produção (sem incluir as falhas, e sem gerar perdas). É a sua finalidade, além de garantir a entrega de materiais em processo, que inclui tanto embalar como também a sua armazenagem, como administrar eficientemente este trabalho (do ponto de vista do tempo e do espaço).

Distribuição Física

No final do fluxo de processo. É a atividade que tem a responsabilidade pela gestão de entrega dos produtos nos pontos de distribuição, de venda  ou até mesmo entrega ao consumidor final, garantindo qualidade, eficiência e conveniência.