Entenda os tipos de armazéns e suas finalidades

Postado por
Armazenagem

Parte importante desse processo é a escolha por um local de armazenamento. Nem sempre esse local precisa estar na mesma região em que seu escritório se localiza, principalmente se o volume de produtos ou armazenagem for muito grande.

Para solucionar esse problema existem vários tipos de armazéns. A seguir mostraremos cada um deles e sua finalidade. Confira!

Depósito público

São a opção ideal para quem precisa diminuir custos. São divididos em subcategorias como:

  • Depósitos gerais;
  • Depósitos refrigerados;
  • Depósitos alfandegados;
  • Depósito de commodities;
  • Depósitos de móveis.

A primeira subcategoria é usada para armazenar qualquer tipo de mercadoria embalada. Já os refrigerados atendem alimentos, remédios e produtos que necessitem de baixas temperaturas e conservação especial.

Os depósitos alfandegados são aqueles em que você deposita a mercadoria antes de pagar os impostos devidos ao governo e os depósitos de commodities são aqueles em que o principal objetivo é disponibilizar espaço suficiente para acomodação de grandes volumes, como grãos e afins.

Por último, temos o depósito de móveis, que funciona para guardar itens de difícil armazenagem como sofás, estantes, entre outros. Esse tipo de armazém é escolhido por conta da flexibilidade financeira que proporciona. Além disso, esse é um dos tipos de armazéns que tem as especificações necessárias para cada tipo de material que precisa ser estocado, o que faz com que você tenha um retorno de investimento maior do que os outros tipos de armazéns.

Depósito Próprio

O armazém próprio é aquele em que a própria empresa realiza toda a logística e também espaços de uso próprio da empresa, mas que sejam alugados, para possibilitar o manuseio de produtos e materiais.

Normalmente, os tipos de armazéns alugados têm contratos de cinco anos de duração, o que pode ser um problema para empresas menores ou que pretendem mudar seus parques industriais ou sedes.

Dentre os tipos de armazéns existentes, os próprios são os que possibilitam uma maior flexibilidade de logística e controle. Apesar de os custos serem um pouco maiores, a corporação tem absoluto controle sobre o espaço, o que pode ser vantajoso para quem necessita de horários mais flexíveis para trabalhar.

Esse tipo de depósito ainda possibilita que as operações integradas ou os demais processos logísticos internos tenham ajustes de acordo com as necessidades de cada indústria.

Depósito Contratado

Dentre os tipos de armazéns, os contratados são aqueles que combinam bem as vantagens do armazém próprio e público. Podem ser contratados de acordo com:

  • Sua área de mercado;
  • Tipo de flexibilização do uso do espaço;
  • Valores – mais ou menos competitivos.

Costumam oferecer contratos mais vantajosos, já que permitem períodos mais longos de aluguel.

Nesses tipos de armazéns é possível também compartilhar recursos de mão de obra, gerenciamento, informação ou equipamentos. Os recursos com clientes do mesmo ramo também podem ser compartilhados, o que é bem comum nas indústrias de produtos alimentícios.

Fonte: ARM

Loading…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *