Postado por
Maxton Logística

Em épocas de economia desaquecida, é comum que o comércio e as empresas sintam uma redução em sua lucratividade. Com menos dinheiro circulando no mercado, a redução das vendas se torna um desafio e é preciso encontrar maneiras para lidar com o volume de produtos em estoque.28

Confira agora algumas dicas fundamentais para otimizar o gerenciamento de estoque em épocas de crise e acabe com produtos encalhados e estoques superlotados!

Fique de olho nos produtos
Para fazer uma boa gestão do estoque, o seu mix de produtos é o primeiro quesito que demanda avaliação. Analise seus produtos, confira a procura e o volume de vendas e verifique as quantidades disponíveis. Alguns produtos vendem melhor que outros e é tarefa do gestor analisar quais devem ser produzidos com mais frequência e quais podem ficar em modo de espera até que a situação econômica melhore um pouco.

Não fique preso aos resultados dos anos anteriores para fazer a análise do mix de produtos. É preciso pesquisar o comportamento do mercado atual para saber o que deve ou não seguir no seu portfólio.

Compreenda a sua clientela
O seu estoque é um reflexo do comportamento de consumo dos seus clientes. Isso significa que é preciso analisar o perfil consumidor de seus clientes para que o estoque não fique abarrotado de produtos. Faça uma análise das vendas, da quantidade de pedidos feitos por cliente, o volume de produtos em cada negócio fechado e em quais datas os clientes procuram a empresa para adquirir novos produtos.

Essa análise das vendas é facilitada com a utilização de ferramentas como o ERP — Enterprise Resource Planning — e o CRM — Customer Relationship Management —, que controlam e registram as movimentações financeiras e o contato com os clientes. Lembre-se que não é uma boa ideia produzir ou comprar um volume de mercadorias que seja superior ao seu escopo de vendas.


Faça análises periódicas

O estoque precisa estar sempre sob a lupa dos gestores e responsáveis pelo setor. Para que os números estejam sempre atualizados a melhor saída é estabelecer análises periódicas, pois só assim a empresa é capaz de mensurar o volume de saídas e quais produtos necessitam de um empurrãozinho do time de vendas para que sejam colocados no mercado.


Invista em soluções tecnológicas

Conforme a tecnologia evolui, novas soluções são encontradas para auxiliar na gestão empresarial e em diversas outras tarefas, seja no cotidiano do trabalho ou em casa. Atualmente já estão disponíveis no mercado soluções para controle de estoque que realizam uma verdadeira revolução na maneira como o estoque é gerido. O WMS — sigla para Warehouse Management System —, por exemplo, foi criado com o objetivo de digitalizar e concentrar todas as informações relacionadas ao gerenciamento de estoque de uma empresa.

Soluções com foco na redução do estoque e dos custos de armazenamento podem ser utilizadas para apoiar os gestores nessa difícil tarefa de estabelecer os volumes de produtos. Principalmente em épocas de crise em que todas as empresas precisam trabalhar com custos operacionais reduzidos e otimizados.

A escolha por terceirizar seu estoque com operadores logísticos especializados é o melhor caminho a ser seguido. Empresas de ponta neste setor estão mais do que preparadas para exercer um papel estratégico no que remete à concepção estrita da palavra parceria. Informação objetiva, redução de custos na cadeia como um todo, projetos específicos que visam ajustar todos os processos, SLAs muito alinhados, rastreabilidade e acuracidade nos estoques. Tudo isso faz com que os gestores tenham tranquilidade e foquem apenas no seu negócio.

Essas são algumas dicas fundamentais para ajudar no gerenciamento de estoque durante períodos de instabilidade econômica. Fique por dentro das inovações e tendências relacionadas ao manejo e administração de estoque e logística!