Postado por
Maxton Logística

 

O papel dos líderes experientes tem um direcionamento diferente baseado em características que ele precisa desenvolver. Algumas pessoas argumentam que esse direcionamento é compartilhar e não aprender.

Entretanto, o espírito de aprendizagem contínua é sempre a melhor maneira de agir e esta é uma necessidade para que um profissional se desenvolva, mesmo que já seja muito experiente. Por isso, um líder experiente precisa usar seus próprios conhecimentos para construir um cenário no qual os colaboradores treinam e se desenvolvem constantemente. Líderes mais experientes já vivenciaram diversos processos e novos negócios, viagens, sucessos e fracassos, lições aprendidas, entre outros.

Líderes jovens, assim como os demais colaboradores, podem desfrutar de toda essa bagagem por meio do acesso a fatos, crônicas e suposições oferecidos pela geração anterior. Jovens profissionais precisam receber incentivos em seus aspectos profissionais e pessoais, como maturidade, perspicácia empresarial, know-how, construção de redes informais, influência e visão de liderança valor. Os pontos fortes de um líder experiente, sua capacidade de aprendizagem e a criação de oportunidades de incentivar os jovens.

O sucesso futuro da empresa depende da habilidade de criar inovações e implementá-las. Algumas vezes, para que isso ocorra, um líder experiente precisa fazer críticas construtivas, mas tenha cuidado para não ser considerado excessivamente crítico e mantenha o respeito durante as conversas. O fundamental é eliminar o propósito obsoleto de processos antigos, entendendo que a obsessão com a perfeição é o inimigo da mudança e o objetivo é eliminar o pensamento “sempre fizemos isso dessa forma” que as pessoas insistem em manter. Na tabela a seguir, abordaremos alguns atributos que um líder experiente deve ter para incentivar a colaboração e uma coexistência cultural: